← Voltar

INSTITUCIONAL

Presidentes dos Sincor’s de GO, MG, MT e DF cobram posicionamento das seguradoras quanto à Resolução 382 do CNSP

Imprimir
Compartilhar no Telegram
Lucas Vergilio: atuação no Congresso Nacional em defesa dos corretores de seguros

Lucas Vergilio: atuação no Congresso Nacional em defesa dos corretores de seguros

O presidente do SINCOR-GO, deputado federal Lucas Vergilio, participou nesta segunda-feira (15), de reunião com o presidente do Sindseg MG/GO/MT/DF, Marco Antônio Neves, e com os presidentes dos Sincor’s de Minas Gerais, Mato Grosso e Distrito Federal, Maria Filomena Branquinho, José Cristóvão Martins e João Pereira da Silva, respectivamente. Em pauta, a edição da Resolução 382 do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP). Na reunião, os representantes dos corretores de seguros das quatro unidades da Federação cobraram veementemente um posicionamento do Sindseg a respeito do tema.

Prevista para entrar em vigor em 1º de julho, a Resolução 382 do CNSP traz dispositivo que obriga o corretor de seguros a informar ao cliente o valor da sua comissão antes da assinatura do contrato de seguro. Marco Antônio Neves comprometeu-se com os presidentes dos Sincor’s a informar à CNseg, Fenseg e aos diretores regionais o descontentamento dos corretores de seguros, cobrando das instituições um posicionamento oficial em relação a tal resolução.

“Na ocasião, expressamos nossa indignação pelo fato de até hoje as seguradoras não terem se posicionado em relação à Resolução 382. Não adianta as companhias valorizarem as ações dos corretores de seguros comente em palavras, em lives e nas nossas reuniões. É preciso que estejam ao lado do corretor em ações, gestos e atitudes”, destacou o presidente Lucas Vergilio.

Os presidentes dos Sincor’s lembraram inclusive da possibilidade de haver prejuízo comercial para as seguradoras que implementarem essa situação sem haver, antes, um acordo com os corretores de seguros. “Seguimos firmes na luta em defesa da nossa categoria e dos nossos direitos”, frisou Lucas Vergilio.

Fenacor
Ontem, em live com o Sistema CNS, o presidente da Fenacor, Armando Vergilio, também fez duras críticas à Resolução do CNSP. Ele acrescentou que a Fenacor estuda as medidas que irá adotar em relação à resolução, que classificou como “um total absurdo”. Armando Vergilio assegurou que a Fenacor vai reagir. “Estamos estudando a melhor ação que devemos empreender”, antecipou.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINCOR-GO | Ampli Comunicação