← Voltar

HISTÓRIA

SINCOR-GO celebra 34 anos de fundação

Imprimir
Compartilhar no Telegram

solucao de conflitos parceria

Entidade que conta com grande reconhecimento do mercado de seguros em todo o país, o SINCOR-GO está completando 34 anos de fundação nesta quinta-feira, 14 de maio. O seu protagonismo traduz com fidelidade a força, o engajamento e a dedicação dos corretores de seguros goianos junto ao setor.

Ao longo dessas mais de três décadas, o sindicato conquistou o respeito não só da categoria, sua razão de ser, mas também da sociedade organizada, mercado e os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Desta forma, a entidade tem alcançado êxito ao representar e intermediar as relações da categoria perante esses diversos segmentos.

Concomitantemente, o SINCOR-GO garante com igual empenho aos associados benefícios como assessoria jurídica, consultoria fiscal/contábil, seguro de vida em grupo e convênios nas áreas de saúde, educação, lazer, segurança, recursos humanos e alimentação, entre outros.

É esta trajetória construída em torno de valores como trabalho e honestidade que legitima o SINCOR-GO a lutar ativamente pela defesa da categoria e do mercado, tanto em nível regional como nacional, com conquistas como a inclusão e manutenção das corretoras de seguros no Simples Nacional, entre outras vitórias. Com os Sincor´s de todo o País, a entidade tem combatido inimigos como o mercado marginal.

No entanto, desde o final do ano passado, a categoria tem enfrentado revezes de outra natureza. Um deles foi a edição da MP 905, que caducou agora em abril, mas tinha entre suas propostas originais a desregulamentação da profissão de corretor de seguros. Antes de cair, a MP teve seu texto alterado no Congresso de forma, favorávelmente ao corretor de seguros. O deputado federal Lucas Vergilio foi vice-presidente da Comissão Especial que analisou a MP 905/19 e crucial nesta alteração.

Recentemente, a Susep convocou a atualização cadastral dos corretores de seguros e determinou a obrigatoriedade de divulgação das comissões dos corretores nas apólices de seguros. O SINCOR-GO, ao lado da Fenacor, agiu com celeridade diante destas ameaças ao exercício do atividade do corretor de seguros.

“Não faz sentido a Susep simplesmente determinar normas e regras sem o diálogo com o mercado, com os corretores de seguros, de uma forma que não leva em consideração o futuro desse mercado a longo prazo”, destaca Lucas Vergilio. “Ou a atual superintendente toma decisões por puro achismo ou está a serviço de grupos financeiros ou outros interesses. Há o risco de ela deixar um cenário de terra arrasada quando deixar o cargo”, alertou o deputado em recente debate ao vivo sobre o mercado.

Pandemia
Porém, o maior desafio neste ano — e de nível global — é, sem dúvida, a pandemia da Covid-19. As corretoras de seguros têm contado com a orientação do sindicato: em Goiás, devido a decretos estaduais, primeiramente tiveram seu trabalho restrito ao home office. Depois, foi liberado o funcionamento dos escritórios, desde que fechados para atendimento presencial.

O próprio SINCOR-GO também se restringiu ao teleatendimento em nome da preservação da saúde de seus colaboradores. Engajando-se no combate à propagação do novo coronavírus, o sindicato não só manteve sua campanha anual de vacinação contra o Influenza como também a reformulou, organizando-a no formato drive thru para proteger os filiados, os colaboradores da entidade e também os técnicos de saúde.

Também em consequência da pandemia, outras atividades já tradicionais em seu calendário, como o Circuito Vida Segura, corrida de rua tradicionalmente realizada no final de maio e já adotada por Goiânia, e o Arraiá du Sincó, cujas edições deste ano foram canceladas.

“Na atual conjuntura, tivemos de abrir mão de algumas ações e esperamos que não seja necessário abrir mãos de outros eventos e atividades importantes do sindicato, mas tudo vai depender da evolução da situação ao longo dos próximos meses”, comenta o presidente do SINCOR-GO.

Em meados de março, a Fenacor apelou às seguradoras para que não aplicassem nos contratos de seguros quaisquer cláusulas de exclusão ou restritivas de direitos relacionadas às epidemias ou pandemias, permitindo, assim, a ampla cobertura para eventuais casos de sinistros. Felizmente, várias companhias que atuam no Brasil aderiram ao movimento e passaram a flexibilizar a exclusão prevista nos contratos em razão da Covid-19.

Histórico
Fundado em 1988, o SINCOR-GO elege logo em seu início a promoção da probidade como eixo de sua atuação, implementando seu Código de Ética no início dos anos 90. Em 1997, a sede própria do sindicato é inaugurada no Jardim América.

O sindicato foi anfitrião, por duas vezes, do Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros — em 1997 e em 2017. São de Goiás o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros, Armando Vergilio, ex-deputado federal e ex-presidente do SINCOR; e também o ex-superintendente da Susep, Joaquim Mendanha, outro ex-presidente da entidade goiana, atualmente presidente do Ibracor, além do próprio deputado Lucas Vergilio.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINCOR-GO | Ampli Comunicação