← Voltar

SEMINÁRIO

Presidente da Alego promete agilidade na apreciação de PL que regulamenta a Lei do Desmonte em Goiás

Imprimir
Compartilhar no Telegram

seminario lei desmonteO SINCOR-GO, a Fenacor e a Escola Nacional de Seguros realizaram hoje de manhã, na Assembleia Legislativa de Goiás, o Seminário Lei do Desmonte, Acidentologia e Vitimação no Trânsito. Autoridades e integrantes do mercado de seguros discutiram a implementação, em Goiás, do que prevê a Lei Federal 12.977/2014, a Lei do Desmonte. Em Goiás, a legislação ainda carece de regulamentação própria, em trâmite na Alego.

O debate, que contou com a coordenação do vice-presidente Técnico do SINCOR-GO Deivid Pereira, foi presidido pelo deputado federal e presidente do SINCOR-GO Lucas Vergilio. Participaram da mesa de discussão o presidente da Assembleia, deputado Lissauer Vieira; deputados Alysson Lima e Amilton Filho; presidente do Sindicato dos Despachantes do Estado de Goiás e membro da Comissão de Direito de Trânsito da OAB-GO, Idelton Gomes da Silva Júnior; delegado adjunto da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores, Paulo Ludovico Evangelista da Rocha; e o representante do Sindseg MG/GO/MT e DF, Wagner Bisi.

O vice-presidente Técnico Deivid Pereira apresentou um histórico sobre a tramitação da lei federal, de autoria do então deputado federal e hoje presidente da Fenacor, Armando Vergilio. O corretor de seguros abordou os benefícios já confirmados nas localidades onde a legislação está em vigor, como é o caso de São Paulo, relacionados ao meio ambiente, inclusão fiscal, redução de acidentes, combate ao comércio ilegal de peças e o furto e roubos de veículos.

“Atualmente, apenas 30% da frota do País é segurada. O mercado de seguros espera uma diminuição dos valores dos prêmios, uma vez que a sinistralidade tende a cair e as seguradoras poderão ofertar o Seguro Popular, com a utilização de peças usadas”, destacou Deivid Pereira.

Deputado Lucas Vergilio lembrou que a Lei do Desmonte, estando plenamente em vigor, afeta a toda a sociedade. “E temos certeza de que caindo o preço do seguro, a rede de proteção social se amplia, mais gente vai poder ter acesso ao seguro do veículo”, frisou.”Importante que o setor seja ouvido e que a Assembleia Legislativa discuta o tema, para que tenhamos uma lei eficaz para Goiás”, afirmou.

Presente no debate, o presidente Lissauer Vieira informou que pretende buscar o bom entendimento para o encaminhamento da matéria. Na CCJ, o relator do projeto é o deputado Delegado Eduardo Prado. “O PL ainda aceitará emendas e os técnicos e integrantes do setor de seguros serão ouvidos. Nosso objetivo é colaborar com o aprimoramento da legislação”, acentuou.

Corretores de seguros e integrantes do mercado segurador também participaram das atividades de hoje na Alego.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINCOR-GO | Ampli Comunicação