← Voltar

MERCADO

Seguros pessoais cresceram 12,8% no primeiro trimestre

Imprimir
Compartilhar no Telegram

seguro-pessoasO mercado de seguros de pessoas (seguros de vida, de acidentes pessoais, viagem, educacional, entre outras modalidades de proteção) registrou no primeiro trimestre deste ano R$ 9,97 bilhões em prêmios. O valor, que se refere às contratações de coberturas para riscos pessoais, é 12,8% superior aos R$ 8,84 bilhões movimentados de janeiro a março de 2018, segundo dados da FenaPrevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), que representa 68 seguradoras e entidades abertas de previdência complementar no país.

De acordo com dados do balanço da federação, as indenizações no primeiro trimestre de 2019 totalizaram R$ 2,40 bilhões, valor 9,4% maior em relação aos R$ 2,19 bilhões registrados no mesmo período de 2018. Segundo o presidente da FenaPrevi, Jorge Nasser, as indenizações demonstram a importância social do seguro. “As indenizações proporcionam proteção e garantia para a continuidade dos projetos pessoais e da vida econômica do segurado e de seus familiares”, diz.

Resultado por produto

Na análise por modalidade de produto, o seguro de vida que tem a maior carteira do mercado de seguros de pessoas com 38% de representatividade do segmento, registrou R$ 3,76 bilhões em prêmios nos três primeiros meses do ano, correspondendo a um aumento de 8,8% em relação ao mesmo período em 2018, quando o volume de contratações foi de R$ 3,46 bilhões.

Alguns ramos apresentaram alta mais expressiva no primeiro trimestre de 2019, com evolução acima de dois dígitos no comparado com o mesmo período do ano passado.

O seguro com proteção para doenças graves ou terminais também apresentou saldo positivo com crescimento de 13,18% e prêmios de R$ 221,17 milhões. No mesmo período em 2018, os prêmios foram de R$ 195,41 milhões. “É uma proteção que proporciona uma renda para custear despesas muito altas, decorrentes de algum problema grave de saúde, que atende tanto o empregado CLT como o autônomo”, explica Nasser.

O balanço também mostra que o auxílio funeral apresentou crescimento nominal positivo de 11,79% e prêmios de R$ 165,47 milhões. O maior interesse dos brasileiros pelo seguro auxilio funeral deve-se ao conforto que proporciona aos familiares em situações adversas.

O seguro de acidentes pessoais, que oferece coberturas em caso de morte e invalidez permanente (total ou parcial) e outros riscos causados por acidentes involuntários, provocando lesões físicas ou até mesmo falecimento, registrou crescimento de 7,22% e prêmios de R$ 1,46 bilhão, contra R$1,36 bilhão em 2018.

O balanço da federação mostra que o seguro viagem também apresentou saldo positivo no primeiro trimestre de 2019. As contratações movimentaram R$ 143,48 milhões e a expansão 11,68% superior em relação aos R$ 128,47 milhões registrados nos primeiros três meses de 2018.

Fonte: Revista Cobertura