← Voltar

GOIÁS MAIS SEGURO

Em Caldas, Lucas Vergilio fala sobre a importância de difundir a cultura do seguro em Goiás

Imprimir
Compartilhar no Telegram

Lucas em Caldas Novas
“Boa fé e mutualismo são os principais princípios do seguro. De forma geral, a seguradora se organiza em grupos para gerir o risco de todos os envolvidos”, afirmou o presidente do SINCOR-GO e deputado federal Lucas Vergilio ao dar início à sexta etapa do Goiás Mais Seguros, em Caldas Novas.  O evento foi realizado na manhã desta terça-feira no Centro de Convenções da Pousada do Ipê, e contou com a presença de comerciantes, estudantes e autoridades locais, além de corretores de seguros e demais integrantes do setor.

Após apresentar breve histórico do mercado de seguros e explicar suas nomenclaturas, Lucas discorreu sobre a importância do seguro empresarial através de dados levantados pela Escola Nacional de Seguros, que mostram que  75% das empresas que enfrentaram grandes sinistros, encerraram suas atividades nos seis meses posteriores. “Nessas situações, fica muito claro que faltou planejamento das organizações, que não se preocuparam em contar com alternativas confiáveis em casos de acidentes. A contratação de um seguro deve ser encarada como um investimento para a proteção à continuidade do negócio”, explicou.

O presidente do SINCOR-GO comparou os riscos em que uma organização está exposta a um iceberg, em que  a parte visível é muito pequena quando comparada com a parte que está submersa. Na ponta, estão aqueles problemas mais fáceis de serem percebidos no caso de a empresa enfrentar um grande acidente, como os danos materiais e a parada de produção. Os maiores problemas, segundo do deputado, são os danos à imagem, à marca, perda de clientes, capital intelectual e insatisfação de funcionários.

Lucas Vergilio lembrou casos em que a apólice de seguros deu condições à empresas de retomar seus trabalhos após um grande acidente, como o incêndio que atingiu a fábrica da Perdigão, em 2009, na cidade de Rio Verde, interior de Goiás. “O seguro foi fundamental para evitar o fim dos trabalhos da empresa e também uma perda social significativa, pois se esta empresa não estivesse resguardada, um acidente desta magnitude colocaria cerca de 3 mil funcionários na rua”, explicou.

O presidente do SINCOR-GO falou sobre projetos que ele está trabalhando para serem aprovados na Câmara, como o PLP 1/15,  que trata da obrigatoriedade da contratação de seguros por promotores e organizadores de eventos artísticos, culturais e esportivos, por danos pessoais. “O acidente na boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em que 242 pessoas morreram, foi o nosso ponto de partida para esta proposta.  Nós vamos vincular o alvará de funcionamento desses estabelecimentos a um seguro de incêndio e de responsabilidade civil. Dessa forma, o estabelecimento comercial vai estar apto a receber os jovens, receber as pessoas, porque para se ter o alvará será preciso ter a apólice de seguro. E, para isso, será necessária uma vistoria que garantirá condições técnicas de funcionamento.”

O corretor de seguros  Aildo Rosa Ribeiro, da Atureseg, e o vice-presidente do SINCOR-GO, Deivid Pereira.

O corretor de seguros Aildo Rosa Ribeiro, da Atureseg, e o vice-presidente do SINCOR-GO, Deivid Pereira

O Prev Saúde é exemplos da atuação de Lucas em Brasília. Aprovado na Câmara dos Deputados, o projeto aguarda para ser votado no Senado. Lucas explicou que a proposta visa permitir trabalhadores complementarem o valor de sua aposentadoria, pela Previdência, e ajudar os trabalhadores a arcar com custos de planos de saúde quando forem desligados do plano empresarial por demissão ou aposentadoria. “Assim como existem os planos de previdência complementar, a ideia é que o VGBL Saúde funcione da mesma forma. A diferença é que em vez de usar os recursos para comprar um carro, uma casa, destine o valor para a saúde”, explicou.

Sobre o cenário atual, o deputado ressaltou que a participação do mercado de seguros representa 6% do PIB brasileiro, número muito aquém do potencial de sua economia. “Nos países desenvolvidos, esta fatia alcança a casa dos dois dígitos”, comparou. O parlamentar afirmou que vivemos um momento positivo na economia, porém, na política e no meio social, a situação é conturbada e instável, o que prejudica diretamente o empresário. Para ele, o seguro é a ferramenta que o cidadão tem para o blindar dos riscos e aproveitar as oportunidades.

A analista comportamental, profissional e self coach Raquel Nuevo proferiu palestra também em Caldas Novas sobre motivação pessoal. “Independente do que acontece com a gente, nós não estamos aqui para sermos reféns da nossa história. Estamos aqui para fazer diferente com as nossas atitudes, com aquilo que temos nas mãos: o agora. O ontem já foi, e o amanhã não nos pertence”, afirmou. A profissional explicou que é preciso cultivarmos em nossa mente pensamentos positivos, para que possamos ver mudanças em nosso dia a dia.

O corretor de seguros Aildo Rosa Ribeiro, da corretora Atureseg, ressaltou a importância de eventos como o Goiás Mais Seguro para Caldas Novas. “Explicar para a população como funciona o nosso mercado é fundamental, pois só assim a importância do seguro será difundida, inclusive entre os comerciantes e empresários da cidade.”

Deputado Lucas Vergílio com o presidente presidente da Câmara Municipal de Caldas Novas, Josimar Clemente de Oliveira e o vereador Léo de Oliveira.

Deputado Lucas Vergílio com o presidente da Câmara Municipal de Caldas Novas, Josimar Clemente de Oliveira e o vereador Léo de Oliveira

O vereador por Caldas Novas Léo de Oliveira também esteve presente no evento e ressaltou a importância do corretor de seguros. “Há 20 anos eu contrato seguros com o mesmo profissional. Já passei por duas situações em que precisei acionar o seguro, e sempre ligo diretamente para o meu corretor, e sou muito bem atendido. Acho importantíssimos levarmos a informação do seguro para a população. Aliás, minha mãe já dizia: ‘quem tem seguro, tem tudo'”, afirmou.

Além das autoridades citadas, também estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal de Caldas Novas e vereador, Josimar Clemente de Oliveira (Marinho); o representante da Associação Comercial e Industrial de Caldas Novas (Acican), João Pedro Vieira; e representantes da Capemisa, Bradesco Seguros, Tokio Marine Seguradora, Porto Seguro Seguros e Pac Assessoria.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINCOR-GO | Ampli Comunicação