← Voltar

MERCADO

Corretores iniciam 2018 ainda mais otimistas, aponta pesquisa realizada pela Fenacor

Imprimir
Compartilhar no Telegram

negócios

Corretores de seguros e seguradores iniciam 2018 ainda mais otimistas. É o que aponta pesquisa realizada pela Fenacor, no final de dezembro, para calcular o ICSS, indicador mensal que mede o nível de confiança do mercado. O levantamento já havia detectado um otimismo maior no mercado no último trimestre de 2017.

Segundo o consultor Francisco Galiza, responsável pelo estudo, em termos de expectativas, o ano de 2017 “fechou bem melhor” quando comparado a 2015 e 2016. “Agora, os indicadores de confiança estão em alta, sinalizando otimismo com 2018. Essa situação está espalhada entre todos os tipos de empresas analisadas, sejam seguradoras, resseguradoras ou grandes corretoras de seguros”, observa Galiza.

A pesquisa revelou que nenhum dos donos de corretoras de seguros entrevistados teme queda do faturamento do setor nos próximos seis meses. Para 63% dos entrevistados haverá crescimento, enquanto 29% acreditam que o faturamento permanecerá, pelo menos, estável. Já entre os seguradores esses percentuais atingiram 57% e 43%, respectivamente.

Ainda entre os corretores, 46% acreditam que a rentabilidade do mercado vai se manter no mesmo patamar neste semestre e outros 42% apostam em crescimento. Entre os seguradores entrevistados, 57% acreditam que a rentabilidade permanecerá estável e 26% apostam em um avanço nos próximos meses.

Quanto ao desempenho da economia brasileira, 8% dos corretores apostam em um cenário “muito melhor” no próximo semestre, enquanto 63% estimam um quadro “melhor” e 29% projetam uma estabilidade.

O ICSS é um indicador mensal que mede a confiança do setor de seguros no Brasil. Esse indicador é o resultado de três variáveis: ICES (Índice de Confiança e Expectativas das Seguradoras), ICER (Índice de Confiança e Expectativas das Resseguradoras) e ICGC (Índice de Confiança das Grandes Corretoras).

Todo final de mês são enviadas perguntas simples, de múltipla escolha, em que as empresas dizem sobre o que esperam que aconteça nos próximos seis meses, com relação a algumas variáveis relevantes do setor.

Ao todo, aproximadamente 100 executivos de corretoras, seguradoras e resseguradoras são entrevistados em cada oportunidade.

Fonte: Fenacor